Round and Round in Circles Over Life...

01
Jun 06

Hoje estou numa de Carrie Bradshaw...

A propósito de alguns episodios de uma das minha série de eleição (Sex and the City), dei por mim a pensar no mau gosto (meu e de muitas mulheres por aí) de nos apaixonarmos pelos tipos errados...porque é que temos essa tendência de ficar cegas de amor pelos tipo bonitões, ou aqueles cheios de "paleio", os sensuais, aqueles que nos fazem subir as hormonas mas que ao mesmo tempo não são nada e fiar???

Na série existe uma personagem com a qual me identifico de certa forma...

A Charlotte! Mulher que já passou dos 30, pensou que tinha o casamento perfeito, com o homem perfeito, vidinha rica, mulher bonita e tal...tudo se desmorona e ela deixa de acreditar no amor (é aqui que temos algo em comum, lololo...). Para surpresa dela o amor reaparece...ou por outra o verdadeiro amor aparece de quem ela menos esperava...Acontece então ela descobrir o tal, o verdadeiro amor, no homem que à partida teria tudo para ela o odiar em vez de amar.

Adiante... 

Vêm me então à cabecita uma serie de questões....

Será que as mulheres têm uma espécie de "barometro estragado"? O que é que nos atrai tanto nos homens impossiveis, naqueles tipinhos complicados, cheios de manhas? Porque é que é mais facil apaixonarmo-nos por alguém que ao primeiro instante dispara logo o nosso barometro estragado e cheio de fantasias e não nos deixa ver o Principe Encantado que está para além dos defeitos que tanto abominamos???

Eu confesso! No que me toca, tenho o péssimo gosto de me encantar pelo tipo errado, o rapazito cheio de charme e sensualidade (a beleza é relativa), muita lábia e que faz despertar as minhas fantasias...uma espécie de Bad boy mais "metrosexual" (se é que isto existe?)...

Irritam-me profundamente os tipos demasiado alinhados, o tipico queridinho de polozinho sacoor, cabelinho sempre aparado e sublimemente penteado, a gravatinha sufoca-me (a não ser que o exemplar exiba um belo de um fato  Armani/ Boss e que tenha o ar sensual à brava), o tratar por voçê, a rigidez de postura, dão me vontade de fugir...para menina ás direitas e croma estou cá eu...lololo.

Mas não posso deixar de pensar que estes episódios me têm dado que pensar...

Qualquer dia o destino prega-me a partida e quando der por mim encontro o meu "Sherek encantado", só para castigo, só para não passar a vidinha a desejar ter aquilo que não posso, só para não ter a mania de me embeiçar pelos meninos sexys e depois é o que dá....

Aiii aiii! Hmmm...

Sabia-me tão bem agora um geladinho e um belo passeio com vista para o mar.....

 

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 17:01
sinto-me: Pensativa...

olas. acho que num ha soluçoes nem respostas certitas..os porques das pessoas se perderem ou enganarem ou acertarem em cheio...nunca se sabe, e se se planeia demasiado, mais certo é nunca encontra encaixe perfeito..essa da série que falas é mesmo um exemplo perfeito! acima de tudo..n viver com certos tipos excluidos e outros incluidos...pode-se fechar a porta logo à partida a uma verdadeira "love story"...acho. bj.
mokomaori a 2 de Junho de 2006 às 10:28

Mokito,
Concordo plenamente com essa tua visão...talvez seja desta fase estupida por que estou a passar, o desencanto de um principe, partiram-se as lentes cor de rosa e pronto :D Por outro lado confesso que me fexo ao mundo (agora mais do que nunca) e que isso me pode custar muito caro...
Até o dia em que um Sherek reparar em mim :D
Beijus

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
15
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO