Round and Round in Circles Over Life...

04
Dez 06

Existem muitas chaves na minha vida...chaves que abrem muitas portas fechadas à tempos infinitos, chaves que tracam portam semi-fechadas ou ainda por fechar....

São chaves....

E hoje uma delas voltou a abrir se, mesmo eu não querendo, mesmo eu lutando contra essa porta que ainda não se havia fechado completamente....

Eu sabia que isto da world wide Web era uma caixinha de surpresas...como diz o Dan Brown em os Anjos e demónios na WWW está lá tudo...e esta minha chave também lá estava hoje.

E a imagem veio até mim...e trouxe recordações de um forasteiro que eu já não gosto de lembrar!

Eu sabia que o acontecimento era mais que óbvio...e talvez dei graças a Deus de não ter dinheiro para gastar nesses eventos, pois aquela energia estava lá, andava por lá, no meio do calor da multidão, e eu ir seria para me lembrar dela grande parte do tempo...apesar de me lembrar do evento no fim de semana tive mais do que fazer e nem me lembrei de mais nada.

 A web tem destas coisas, vemos as noticias, sabemos como correu o evento e temos pena de não ter ido...até que.....prilim lá vem a imagem e lá aparece o forasteiro!

Para quem é dado a esconder-se das luzes da ribalta ele estava muito bem!

Eu tremi e tem-me atormentado o dia todo...maldita ideia, maldita hora, maldita tola que não larga de lembranças estupidas de vez....

Fez um ano à poucas semanas e hoje aquele episódio não pára de me atormentar...e é aqui que tenho a confirmação que ele ainda não se foi por completo, a porta precisa ser trancada e a chave deitada fora para bem longe!

E porquê? Porque é que os fantasmas nos traem, porque é que ainda tremo, porque é que ainda falho nestas alturas, porque é que ainda me assombram recordações de tempos que me fizeram sofrer tanto, chorar tanto?

Isto de amores falhados realmente é uma merda....

Ai mas esta vidinha tem de dar uma grande volta...tem tem! Isto agora estou na mó de baixo mas um dia destes a roda que leva a àgua ao moinho, vai emergir das profundezas e eu vou tomar a minha vidinha nas mãos, com pulso e segurança e vou evoluir, deixar-me de enconações, e de gente que já não interessa, e continuar a rescer forte em direcção à luz....

Um dia já só restarão as cinzas....

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 17:40
sinto-me: Zangada comigo mesma...

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO