Round and Round in Circles Over Life...

27
Nov 06

Há semanas assim....

Estranhas...muito Estranhas!

Quando acontece algo, parece que acontece tudo ao mesmo tempo e aqui por estas bandas é sempre assim, quando acontece alguma coisa, bom aparecem logo mil atrás...

Por isso há cerca de um mês que andamos às voltas com uma série de "embrogulios", o ultimo deles foi uma ruputura da canalização comum do prédio no meu andar. Resultado, algo que poderia apenas ficar nas escadas do prédio, já afectou mais andares, já houve mais ruputuras e inclusivamente já tenho àgua a pingar-me do vizinho de cima directamente para a minha rica sala de estar....

Grrrrrr....

Com tantos problemas e cortes de àgua, zarpámos daqui e fomos passar a semana ao campo. Entre cá e lá, pois a preocupação da àgua era mais que muita, lá pasamos a semana. Semana que se revelou muito estranha e algo surrealista, não só pela mau tempo e vendaval, (que até cheguei a temer que alguma arvore la nos aterrasse em cima), mas por uma sessão de acontecimentos algo surrealistas e engraçados até.

Bem não sei se pode haver algo mais surrealista do que agua a pingar-me os sofás...

De malas e tralhas aviadas, lá fomos nós para o sossego do campo perto do Meco, chuvinha, temporal, vendaval, lamaçal e tudo mais acabado em al....e o que acontece no campo quando chove??!!! Não se faz nada, não se sai de casa, a não ser que se fique enterrado em lama até ao pescoço ....

Outro "beneficio" da chuva, é a bicharada que começa a sair da terra para "molhar o corpito", resultado logo quando chegamos, à noite fomos presenteados com a visita de uma salamandra, bichinho em vias de extinção, que não se pode matar...são todas pretas, parecem uns lagartos gordos e vagarosos e têm umas manchas amarelas, e quando chove muito lá aparecem elas!

A segunda visita acontece logo no dia seguinte, quando ao sair de casa, bem resguardadinho ao cantinho da minha porta lá está ele um sapo grande e gordo, cor de cáca, pensei logo:" epá não acredito que o cão me cagou aqui a porta!", foi quando me caíu a ficha... vejo o meu pai distraídamente quase pisar o desgraçado.....dei um guinxo! E lá se safou o sapo!

Adiante lá continuamos nós, estreamos a lareira que lá para aquelas bandas já faz frio como ó caraças....eu entretanto adoeci com uma rinofaringente, passei uma tarde no SAP e voltei para casa carregada de medicamentos. O temporal cada vez pior já não podia ver chuva e ventos e arvores a abanar....

O fim de semana trouxe consigo uma pequena melhoria...

Sábado acordei, estava o sol a querer espreitar. Levanto-me escancaro os cortinados para deixar entrar o sol e vejo uma borboleta linda, castanha, com as asas com riscas cor de laranja e pintas brancas...linda! Fiquei logo bem disposta com tal presente da natureza...

O resto do dia lá aturei os putos, estivemos a fazer uns desenhos para o natal e ao fim da tarde o temporal voltou....umas nuvens negras e uma chuvada monumental foi o que se seguiu...

Mas....entre o chegar das nuvens e o sol se esconder, houve tempo para um acontecimento da natureza fantástico....um arco-iris!

A foto inloco, apesar de ranhosa (desculpem lá), mostra algo que não me lembrava de ver à alguns anos...esteve ali poucos minutos, mas sempre escarrapachado a olhar para mim. Eu parecia uma miúda maluca de 5 anos, entusiasmada com o arco iris...e pensei para comigo se algum dia alguém alguma vez encontraria realmente o pote de ouro no final do mesmo?!

É tão bom quando sentimos que ainda temos aquela criança dentro de nós....

Surreal, surreal foi mesmo o ultimo acontecimento da semana. Depois da borboleta a dar-me os bons dias e do arco-iris, a noite já bem tarde, fui me deitar com perguiça de sair do quetinho....isto de passar o serão a lareira e depois ir para o quarto que não está tão quentinho é o que dá! Pus o pijaminha e tal e o cão na rua parecia estar histérico e nãos e calava. Eram cerca da 1 da manhã e ele ladrava e rosnava e ladrava e rosnava...

Abri a janela, olhei olhei e nada. Tentei acalma-lo porque ele tem medo da propria sombra...mas nada. De repento ouvi barulho e fiquei algo preocupada, andava alguém no terreno bem ao pé do portão. Até que vejo uma sombra....

"Ai...!" Pensei eu..."estou a ficar tolinha...ando a ver coisas"...

Mas não a visão não era delirio...

Era mesmo....

Um cavalo enorme, corpolento!

Desatei a correr escada abaixo...ó pai ó pai...está um cavalo aqui a porta.....um cavalo aqui a porta!!! E estava mesmo! Acenderam se as luzes da rua e lá estava ele a fazer uma grandeeeeee mijaaaaaa no meu quintal ao pé das lanrajeiras....

Surreal não??!!

Que semana tãoooo estranha....

Beijos a todos, obrigado pelos vossos comentários e uma excelente semana para todos!

 

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 15:32
sinto-me: Atchim e com frio...

Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO