Round and Round in Circles Over Life...

27
Nov 05
vulcao.jpg

A vida é uma constante mutação...Amamos, sofremos, vivemos, sorrimos, choramos e tudo aquilo que nos vai acontecendo, todos os obstaculos que vamos ultrapassando (ou não), fazem com que nos tornemos nos seres humanos que hoje somos. É esta complexidade de coisas, é o facto de termos que ser bons em muitas coisas, as exigências da sociedade, que fazem com que adoptemos determinados comportamentos e modos de viver...e que nem sempre são os mais indicados.
Atravesso um dos momentos mais complicados, em que me tento encontrar, em que me tento orientar e perceber o que está mal, como posso mudar...o que tenho de mudar! Tento perceber como posso evoluir, como posso corrigir os erros e os defeitos que tenho e que podem magoar os outros à minha volta. Ontem percebi que toda a mágoa, o sofrimento que senti nos acontecimentos recentes, me levaram a ter atitudes pouco dignas e em vez de agir como uma pessoa evoluida...comiti o mesmo erro que apontei a alguém! Errei...admiti e simplesmente acabei com o que ainda poderia restar, com aquilo que ainda poderia existir! Não estou orgulhosa da minha atitude, mas ao menos serviu para aprender mais uma lição, serviu para mostrar à pessoa, que eu errei mas que ela também errou, que isto tudo podia ter sido evitado, que em vez de mágoa, podiamos ter tentado nos amar...
Coriosamente estou calma...no fundo, no fundo eu sabia que esta relação não iria onde alguma vez eu desejei, no fundo eu apenas não quiz aceitar que a amizade era o caminho que ambos tinhamos de seguir...e eu quiz mais e acabei com nada!
Vou continuar o meu caminho, aprender a lição e seguir o destino que deus escolheu para mim...tenho de aceitar que nada será igual, que a vida nos reservou caminhos diferentes...mas nunca vou deixar de acompanhar a vida desta pessoa, sempre que puder e é claro se ele assim achar por bem, estarei ali do lado, como um anjo da guarda a torcer para que um dia ele realmente seja feliz...porque em momento algum desejei que fosse infeliz, em momento algum lhe desejei mal...muito pelo contrário!
Espero que a vida lhe sorria sempre, que ele mantenha aquele sorrioso de puto charila, a voz sexy e tranquila, o espirito positivo e alegre! "Chris H." para ti um beijo do fundo do coração!
publicado por Paty a.k.a Wildflower às 20:07

2 comentários:
desculpa, não deixei a minha identificação!porquê?
</a>
(mailto:porquecumplicidades@hotmail.com)
Anónimo a 29 de Novembro de 2005 às 22:25

Querida amiga,
é com os erros que amadurecemos. Ninguém é perfeito por isso infelizmente temos que errar muitas vezes até "limarmos" algumas arestas na nossa personalidade. Admitindo o teu erro já atingiste o 1º degrau para o teu amadurecimento e acredita que numa próxima relação vais concerteza cometer outros erros, mas os que cometeste desta vez não vais querer repetir, vais pensar duas vezes, vais-te lembrar do que sofreste....
Vejo em ti uma nova pessoa, foi concerteza importante para ti esclarecer o que te ficou "entalado" na garganta....
O John Gray também repete nos seus livros que devemos sempre terminar uma relação sem rancores para que iniciemos uma nova relação de alma aberta ao amor! Tu já deste esse passo, já te estás a preparar (penso eu!).
Continua assim, sem rancores, sem ódios....
Até breve
</a>
(mailto:)
Anónimo a 29 de Novembro de 2005 às 22:23