Round and Round in Circles Over Life...

11
Jan 06

duh_Garfield[1].jpg


Pois é 2006 entrou, não tarda chegamos a meio do mês de janeiro, continua um frio de rachar...e invariavelmente acabo sempre por reflectir sobre o ano que ficou para trás. Ontem á noite, depois das minhas belas aulitas de fotografia, fui "xonar"...mas o belo do sonito nem sinal! Para variar a minha cabecita começou logo a lembrar se de vários episódios de 2005 entre eles este que me deixou preplexa pela sua estupidez...

Creio que todos já devem ter tido aqueles momentos na vida, seja no emprego, na rua, no autocarro, no café...etc., em que presenciaram uma conversa ou afirmação que nos deixa preplexos, por variadissimas razões. Pois é...a mim aconteceu-me no meu EX-local de trabalho, com uma coleguinha parvinha e muito para além de loira (Atenção!!! E eu não tenho nada contra as loiras, pois eu propria sou meia loira e natural...lolololo).

Então a menina em causa, em conversa com outra colega de serviço às tantas lembra se e diz:

- "Olha sabes aquela minha amiga que está nas forças armadas??" - a outra com ar de espanto diz:

- "Sim, sei...o que é que tem?"

- "Acreditas que ela se voluntariou para ir para o Iraque numa missão, para um daqueles hospitais de campanha".

- "Sim!!!??? Mas ela era enfermeira certo!!??" - responde a outra.

- "Sim exato! Tu vê la...que ela teve aqui em Portugal desterrada não sei a onde, não sei quanto tempo e agora vai para lá como voluntária. Acreditas nisto, ela é mesmo maluca!"

- "Maluca não, ela lá achou que devia ir...que queres!" - responde a colega num tom enfadonho.

- "Pois para além de maluca, ela foi muito esperta...vai ganhar uma pipa de massa que não te passa pela ideia!!!" - ao que a outra respondeu:


-"Já te passou pela cabeça que ela tinha ido só pelo espirito da coisa e que o dinheiro seja secundário???"

Duas secretárias à frente estava eu, que fiquei pedrificada com tamanha estupidez de conversa...a outra colega lá lhe fez ver que para além do dinheiro o motivo mais forte da tal amiga seria realmente a vontade de ajudar, o espirito militar, de desafio e o auxilio aos mais necessitados. Mas aquela conversa marcou-me. Bom, é certo que militares nestas situações recebem e bem, mas também se arriscam, também dão muito de si e da sua vida a pessoas que nunca viram e que passam por situações terriveis. Neste caso e pelo que pude perceber a tal rapariga que pertencia a uma força militar e cuja especialidade era a àrea da saúde, iria deslocar-se para o iraque para um hospital local onde prestaria auxilio a refugiados e populações carenciadas, sabe-se lá em que condições...

O que me irrita e muito é esta tendência das pessoas fazerem considerações à cerca da vida dos outros e julgar as pessoas, quando não têm sequer nível para o fazer. Se não fossem pessoas como esta rapariga que se voluntariou para ir para o Iraque, inumeros países não teria a ajudam humanitária que tanto necessitam...

A todos aqueles (sejam cívis ou mílitares) que partem para África, para o Iraque, seja para onde for em prol da causa humanitária...o meu bem haja!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 16:53

2 comentários:
Há tantos aferidores de intenções neste mundo... Todo o trabalho voluntário é de louvar. Eu já fiz algum, (não tanto quanto deveria) e conheço bem o sensação gratificante nascida de uma acção nobre e altruísta. O singular é que este tipo de atitudes solidárias, surge quase sempre das pessoas menos favorecidas pela sorte. Beijos.Pagan
(http://paganheart.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)
Anónimo a 12 de Janeiro de 2006 às 22:48

hmmmm...descobri este blog hoje! gostei. voltarei para ler melhor! fica bem.o_fala_para_dentro
(http://coisasparvas.blogs.sapo.pt)
(mailto:falaparadentro1@sapo.pt)
Anónimo a 12 de Janeiro de 2006 às 17:53

Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

16
17
18
21

22
24
26
27

29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO