Round and Round in Circles Over Life...

16
Mai 07

Ele há alturas na vida que não percebemos muito bem determinadas coisas...

O ultimo post já dava indicio de que andava no ar uma certa estupidez e surrealismo!

O fim de semana foi o culminar!

Quando a tempestade se aproxima até já lhe dou o cheiro...

Fim de semana andava tudo meio exaltado, tudo meio resmungão sem saber bem porque ou como...Domingo a propósito de uma travessura do cão (que estava comnosco à cerca de quase um ano pois tinha sido abandonado lá a porta a meados de agosto), fui atrás dele para recuperar o objecto que ele roubara e que estava subtilmente a destruir em pedaços.

Ralhei-lhe, mas não bati, ameaçei e ralhei...

O cão passou-se violentamente e quando dei conta estava aos berros, cheia de dentadas profundas na mão e braço. Quase entrei em choque o animal não era violento apesar de algumas atitudes mais falsas e inconstantes...

Hospital, braço direito ligado, injecção do tétano e um trauma de morte...

Coriosamente só pensava no cão e no meu pai a passar-se do juízo!

Resultado estou lesionada, abalada, choramingas, muito sensivel....

A maioria das pessoas recomendou abater o animal...foi um terror pensar nisso! Apesar de tudo custa imenso ter essa ideia!

Hoje depois de terem ido com ele ao veterinário local, depois de saberem o filme que é mandar abater um animal, os meus pais andaram o dia inteiro desesperados na tentativa de um sitio que ficasse com o bicho, pois apesar de tudo em muitas associações e veterinários, as opiniões de que a adopção era possivel, acabou por nos desistir da solução de abater...

O Rock lá ficou num albergue de uma associação...na esperança de novo dono, que saiba lidar melhor com ele, que lhe dê mais educação, etc...

Mas sinto uma tristeza muito grande, apesar do medo com que fiquei e de me lembrar vezes sem conta da cena, dos dentes dele cravados no meu braço violentamente!

Caramba puta da sorte...

DAS!!! Começo a trabalhar, penso que a vida já está a endireitar-se e depois é só cenas macabras destas....

Haja paciência!!!!!

Entretanto de braço direito lesionado....o blog ficará em pause mode, até novo animo!

Beijos a todos!!!!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 21:14

10 comentários:
Ui! :( As melhoras e volta depressa. Beijinhos ***

Muito obrigado pela força Pedro :)
Beijos

Olha eu nesse aspecto sou mt radical e se o cão fosse meu eu nunca na vida deixaria q o abatssem, mas pronto, cada um é q sabe.

É assim, como o cão não era teu, se calhar ja vinha com algum trauma, e como pensou q lhe ias fazer alguma coisa defendeu-se, né?
A culpa dos cães serem maus é dos donos. E provavelmente esse vinha de uns donos mt maus por isso reagiu assim contigo.

Eu sou contra o abatimento de animais a não ser q eles estejam a sofrer e nao haja remedio possivel.

Depois essas cenas de haver raças perigosas ou menos perigosas é tudo uma valente treta. Se eu quiser um cão mau ele ate pode ser da raça mais pacifica existente a face da terra, q se eu quiser ele fica mau.
Conheço e lido com alguns animais de raça consideradas perigosas (bah...) e são do mais meigo possivel, pois têm donos q assim os educam. Acontece exactamente o mesmo com as pessoas.

Mas ainda bem q se quiseste ficar com ele o tenhas dado a uma instituição e nao o tenhas mandado abater.

bem, desculpa lá este testamento, mas eu com cães é doença :D

bjinhos e boa recuperação!
Patinha a 18 de Maio de 2007 às 15:08

Patita,
Animais é sempre complicado, mesmo sabendo lidar com eles. Tenho na familia muitas pessoas com animais, conheço muitos gente com cães e grandes e tenho familiares e amigos veterinários...as opiniões divergem entre a razão e o coração.
Mas sei por estudos e veterinários que o confirmam que existem alturas em que o animal por qualquer razão se passa, os cruzamentos entre irmãos p exem. ou pais com filhos o que vai fazer e proporcionar que nesses filhotes que nascem que sejam apuradas, ou que se dêem transformações genéticas de genes considerados como responsaveis por comportamentos agressivos e violentos.
Hoje em dia existem raças chamadas de genéticamente modificadas e isso por si so já é um risco muito grande, obviamente que não justifica nada. Neste caso o animal que já estava comnosco há um ano, passou-se por alguma razão, contudo ele sempre veio dando alguns indicios de que era algo falso nos seus comportamentos e por varias vezes arreganhou o dente. Foi chocante na medida em que ele desta vez não deu sinal, estava completamente deitado como quem diz: fiz merda eu sei! E simplesmente quando me calei ele atacou...
Agora a depressão é generalizada na familia, eu pelo choque e pela perda do animal (que tivemos de dar), a minha mãe e irmã pq estavam super habituadas as malandrices dele e habitos que fomos adquiridos e o meu pai que presenciou a cena que reagiu entre o abater e o amor ao bicho...
É muito complicado e tem sido uma semana de merda que não desejo a ninguém...
Beijos e obrigado pela força!

Bem... que cena... mas acho que a Patinha tem razão, o Rock deve ter tido uns donos maus... pena que tu é que sofreste, né?
Desejo-te rápidas melhoras e deixo-te um beijinho.
:-)
Gigi a 18 de Maio de 2007 às 23:16

Sofri e sofrto a dobrar pois apeguei me demasiado ao cão assim como todos cá em casa...
Mas tudo passa nesta vida, não é verdade!
Beijos gds e obrigado pela força, já estou a melhorar e já tirei um dos pensos da mão o do braço e que está pior mas já escrevo e faço avarias...
Beijos

Bem, que coisa essa. Até fiquei arrepiada de ler.
Não tenho cães, tenho uma gata. E quanto ao que origina os comportamentos agressivos nos animais, não sei se será só a educação. A minha gatinha quando nasceu foi rejeitada pela mãe, tendo sido amamentada por outra gata. Assim que começou a comer foi-me dada. Era do tamanho da palma da minha mãe, logo pequenininha, e desde então está connosco. Sempre foi muito mimada por nós aqui em casa e é o nosso bichinho lindo, mas a gata é super agressiva com toda a gente que não seja cá de casa e até mesmo connosco em certos dias. Por isso digo, se é da educação, porque é que ela não se tornou meiguinha? A gata já tem quase 10 ano, já tinha tido tempo para se tornar meiga.
Qualquer ser vivo é imprevisível e por muito que pensemos nunca vamos chegar a nenhuma conclusão que explique tudo. Tiveste foi um azar do caraças de estar na frente do cão quando lhe deu a veneta
Espero que as coisas melhorem porque a bruxa nada solta aí para esses lados.
Beijinhos e as melhoras ao braço
Angel a 19 de Maio de 2007 às 16:37

Ai linda isto anda mesmo aqui uma espécie de bruxedo...
Esperemos que acabe rápido! ;)
Beijos e obrigado pela força!

oh paty! que coisa te foi acontecer!!! Soube ontem q se passou algo semelhante na minha familia. A mocita que foi mordida no roto pelo cão de 8 meses q adorava e q sp foi uma ternura, está desolada pq o pai levou o bicho p abater. Ela foi mordida, mas preferia q nao tivesse sido assim. Estava a tirar uma carraça o cão, mas sem saber cm se faz, e o bicho qdo sentiu dor, virou-se a ela..olha...desejo-te as rápidas melhoras!! beijocas grandes
artemisia a 23 de Maio de 2007 às 15:58

Bem, eu ainda me queixo que o diabo anda por aqui....mas fogo, antes estas coisinhas do que.......xiça, coitadinha de ti.
As melhoras e volta depressa
estrelinha perdida a 24 de Maio de 2007 às 17:33

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25

28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO