Round and Round in Circles Over Life...

09
Abr 07

Há males que vêm por bem! E lições que temos que aprender, quer queiramos, quer não!

Bom esta história do meu desemprego coiso e tal já é história velha e mais que batida. Até já me cansa falar do sacana, que me atormenta o espirito todo o santo dia...nem mesmo em altura de Páscoa!

Pois...

Foi precisamente na semana de Páscoa que esta experiência surrealista aconteceu. A meio da semana passada, no meio de um dia daqueles em que toda a gente me buzina aos ouvidos e me chateia a tola por causa do emprego, pus-me a pesquizar emprego e anuncios. Encontrei então um completamente fora da minha área, mas dizia estágio profissional e não era exigido nada em particular. Achei uma boa ideia...

A empresa pareceu-me credivel, descrevia-se como consultoria, marketing e promoção de material didático, inserida num grupo americano relacionado com grandes marcas. Eu sabia que estava inserido nessa area agora muito en vogue de comerciais e vendas, mas longe de mim imaginar o que se seguia....

Respondi e a resposta do outro lado não tardou. No dia seguinte convidaram-me para uma entrevista ao que eu aceitei. Certifiquei-me que não era nada daqueles negócios da tanga, a senhora que entrevistou era simpatica e explicou tudo, mas algo desde o inicio não em deixou muito confiante...algo me parecia fora do contexto, ou por dizer! Lá aceitei continuar e no dia seguinte vespera de feriado, convidaram-me a ir passar o dia numa espécie de teste e acompanhar um "comercial", para ver o seu desempenho, tomar conhecimento com o trabalho e tal e se posta a prova.

No dia seguinte quase de madrugada lá fui eu para a bandas de sintra....

Quando lá cheguei a sensação de desconfiança e desconforto aumentaram. Musica tecno em altos berros, sentei-me na sala com mais dois rapazes que esperavam o mesmo que eu. Numa sala ao lado e sem visibilidade podia ouvir o que seria uma especie de motivation reunion...às 8:00h das manhã???? Parecia uma sessão da igreja maná, pessoas gritavam batiam palmas, ouviam-se incentivos. Não dava para perceber o discurso...a musica era aos altos berros. Estive para me levantar e ir embora...

Mas não! Fiquei sossegada e fiz um esforço. A empresa contratava também pessoal para promoções em espaços comerciais e assim eu pensei que fosse algo do género...ingenuidade minha.

O meu proposito ali era bem diferente e pensei para comigo que estaria mais uma vez a ser estupida e embirrante, com a mania das desconfianças. Permanecia até as 9:00 e pouco, hora que me chamaram e apresentaram uma fulana que seria a minhas orientadora do dia. Tinha de a acompanhar e ela iria avaliar o meu desempenho e testar a ver se me enquadrava. Levou-me para os arredores de cascais. Durante o caminho fiquei reservada e ela lá foi puxando conversa sobre mim e o meu CV. Não fui muito com a cara dela, fazia-me lembrar a bruxa do antigo serviço...

Ela por sua vez achava tudo facil e estranho que eu esivesse desempregada à ano e meio quase. Lá lhe exliquei por que mas ela continuava a revirar os olhos (odeio esse tipo de gente enjoada que revira os olhos em sinal de desdem por aquilo que os outros dizem). Até que chegámos a um local habitacional, nos arredores de cascais. Parou o carro explicou-me que iriamos "bater a quela zona" e depois abriu o porta bagagens. Ia caindo de cu...

Na mala do carro caixotes cheio de bonecos de peluche daqueles com pilhas que se mexem e cantam. Ela encheu dois sacos de viagem com aquilo e disse: e agora é simples! E entrou no café mais próximo a lengalenga era sempre a mesma...mostrava o produto e as pessoas compravam ou não. O negocio é simples e lucrativo. As pessoas são surpreendidas num local onde não esperam que entre alguém a vender seja o que for, e depois compram por impulso!

A 10€ cada boneco vi pessoas recusar, outras aceitar, vi pessoas virar as costas, outras olhar e dizer que não e outras a comprar 2 logo duma vez. Só numa manhã já deveria ter lucrado 60€.

Fiquei tão estupida que não tive capacidade de resposta...aguentei a manhã atrás dela, com um sapo entalado na goela e limitei-me a observar e a sorrir para as pessoas.

Ela não gostou e tratou-me com desprezo e superioridade...

Ao fim da manhã cansada, cheia de calor, ela parou num café. Olhou para mim e perguntou-me se tinha questões. Fui sincera e educada e disse-lhe que não era nada daquilo que estava a espera de encontrar, que não queria continuar. A senhora foi subtil like a snake e estupida like a real bicth! Olhou para mim e disse que realmente eu não tinha perfil para aquilo muito secamentee que não valia a pena continuar. O desprezo era tal que nem para mim olhava como deve ser. E eu incredula sem saber o que dizer ou como reagir.

Muito pior foi ela ainda ter a lata de me dizer: Vou lhe dizer uma coisa que não vai gostar! ... Não admira que esteja à um ano e meio à procura de emprego!

Fui sincera e disse pois é a sua opinião, mas realmente conheço muitos profissionais na area Comercial dos mais variados sectores, e nenhum deles faz o que a senhora faz!!!

E pronto! Cada uma para seu lado! Fiquei plantada no meio duma vila qualquer em Cascais, valeu uma brasileira que me disse o bus e pronto lá regressei à minha vidinha, com uma sensação estupida de ter sido enganada e gozada!

Mas vinha no comboio a pensar neste triste episodio...

Anda meio mundo a tentar enganar outro tanto. Como é que existe gente a entrar neste negócios e esquemas pelo lucro. Senti-me muito estupida naquela manhã. Percebi que o ser correcta e educada de nada serve, e tenho de ter mais atitude, mais personalidade, mais preserverança! Mas uma coisa é certa...

Estou muito orgulhosa de mim mesma. Porque me mantenho fiel aos meus principios, porque ninguém me conseguiu "prostituir", nem obrigar a fazer aquilo que eu não quero. Não uso métodos, nem trabalho naquilo que não acredito. E acredito em mim e nas escolhas que fiz até hoje por saber que foram boas e que de consciência tranquila não preciso de enganar ou impingir nada a ninguém para sobreviver.  

A todos aqueles que começam a estar desesperados na situação de desemprego...muita atenção e olho vivo que anda para aí muita malta a ludibriar!

E nunca se esqueçam que aquilo que os outros dizem é pura conversa, o valor está em nós e existe. Todos somos capazes de ser confiantes, bons profissionais e fazer aquilo que gostamos! É uma questão de não baixar os braços e acreditar...

Boa semana a todos...beijinhooooo boommmmmm!!!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 14:09
sinto-me: Cool Yo!!!
música: Hero - David Bowie

9 comentários:
realmente...olha que cena... ainda por cima a mulher podia ao menos ter sido simpatica contigo...mas pronto minha amiga, força e boa sorte pra proxima..

beijinhos
Patinha a 9 de Abril de 2007 às 20:22

É Patinha...eu meto-me em cada cena estranha! aiiiii vida....;)
Beijitos gds e obrigado pela força!

Bem, que aventura... Realmente anda tudo maluco mesmo. Também já fui caindo assim numa dessas, mas no meu caso era para vender aspiradores porta a porta. Felizmente fui alertada a tempo e depois da entrevista nunca mais lá pus os pés.
A mulher não foi nada simpática, mas tu chegaste para ela
É verdade que conseguir alguma coisa em que nos sentimos bem está difícil, mas antes desempregada e com princípios que andar a meter coisas pelos olhos às pessoas. Vender bonecos em cafés e afins! Ai minha nossa, ao que se chegou!
Fizeste muito bem. Eu faria o mesmo que tu. Dignidade acima de tudo.
Beijinho grande (grande mulher)
Angel a 10 de Abril de 2007 às 01:40

Podes crer Angel anda mesmo tudo maluco! Sei bem que não sou a unica e já tinha ouvido casos bem piores de pessoas que foram a entrevistas ao engano. Realmente não sei como se premitem coisas destsas neste país...
Eu devia ter lhe respondido mais a letra, mas acho que o facto de etr ficado incredula me deixou tb sem reacção e sem capacidade de resposta. Devia mesmo era ter-lhe dito umas verdades...
Mas tb não sei se adiantava com a mentalidade da senhora...
Enfim aguas passadas! Beijos linda e força num te deixes levar por dias deprimidos mulher luta que vais ver como a tua amiga conseguiu tu tb podes conseguir!
Beijinho bommmmm!!! ;)

PELUCHES???

E eu a pensar que ia sair daí aquelas equipas de aspiradores de 300contos!!!

Ridiculo...
Aragana a 10 de Abril de 2007 às 14:52

Peluches...
E mais não eram peluches quaisquer pois os senhores denominavam o seu trabalho de venda de material didático...
Hmmmm é confusão minha ou material didático é outra coisa???!!!
Humpf!!! Enfim never mind...
O certo é que aquela velocidade ela era bem capaz de lucrar uns 100 aerius por dia....ao fim do mês a coisa corria bem han?!
Oh life...
Beijus ;)

oh linda...realmente, isto há cada uma..tb estou para ver qdo me sai assim uma coisa estranha na rifa, agora que ando tb em busca de um trabalho digno... bom, algo bom há-de-nos aparecer... beijocas
Artemísia a 11 de Abril de 2007 às 19:48

Olá Olá minha linda ;)
Bem espero que te livres de cenas destas...
Ele há muita caca desta por ai infelizmente, e qualquer um pode ir ao engano, ninguém está livre...pensamento positivo!!!
Muita sorte e vais ver que consegues ;)
Beijinho booommmm

Olha,concordo contigo quando dizes: "Não uso métodos, nem trabalho naquilo que não acredito."
Eu também não creio que tenha perfil de vendedor a não ser que fosse para vender algo em que muito acreditasse,algo de grande utilidade e com grande qualidade.
E realmente anda meio-mundo a enganar outro meio-mundo e vice-versa,não tenhas dúvida,o que interessa é o vil metal,não se interessam por ti sem ser para facturares para eles,e só te metem a facturar algum para ti quando eles tiverem a facturar o dobro,o triplo e por aí além do que tu recebes.
Infelizmente tenho um elemento da própria família a chatear-me,via messenger,quase todos os dias para eu entrar num negócio desses tipo rede.E a ânsia de enriquecer é tanta que até esquece valores simples como a amizade.
Abraço,
João.
joão a 15 de Janeiro de 2008 às 14:15

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
24
25
26
28

29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO