Round and Round in Circles Over Life...

08
Mai 06

Já trabalhava à alguns meses naquela empresa quando um belo dia me cruzei com aquela "figura"...era impossivel ninguém reparar em tal pessoa, pois destacava-se logo à partida no meio de tanto engravatadinho... assim como um lampião no meio da lagartagem!!!

Não foi própriamente a simpatia ou o sorrio que me chamou a atenção...

Naquela altura já tinha conhecido o "outro" e a coisa começava a tomar porporções maiores (pelo menos para mim...), obviamente não fiquei cega, muito menos morta...e continuava a aperciar um belo charme masculino.

E aquela era uma bela figura...ou por outra, aquele!!!

O look desportivo, ar descontraído, o porte atlético, os jeans meio retro entre o rock e o glam, a melena loira longa...longa!!! Notava se que já não era puto, ainda assim não deixava de suscitar alguma desconfiança e incredulidade perante os senhores engravatados e muitos sorrisos, ares de espanto e sobranceilhas levantadas por parte das senhoras (que eu geralmente via coxixar...mas que cá para mim tinham tanto calor quanto eu). O que me chateava era mesmo a falta de sorriso, o ar sempre contido e sério do rapazito...

Todos os dias de manhã (salvo seja porque os horáios nem sempre eram os mesmos) lá saíamos na mesma estação de comboios e também ele vinha da margem sul...era uma beleza começar o dia com tal visão matinal...Sorriso de orelha a orelha!

Nunca descobri o nome dele...

Pus-lhe a alcunha da "loira boa" às vezes também "gaja boa" e durante algum tempo lá nos cruzamos nós no refeitório, outras vezes na estação de comboios. Cheguei mesmo a ir ao mesmo tempo que ele (os dois rua fora) até a entrada da empresa...ora eu primeiro à frente, ora ele ultrapassando-me com o seu andar largo e apressado...e lá ia ele pela manhã, cabelo abaixo das costas meio ondulado, jeans apertados, realçando-lhe a formosura do rabiosque...e se ele tinha umas belas curvas!!!

Mais tarde descobri o departamento onde trabalhava e onde sempre sonhei trabalhar...foi um episódio cómico e embaraçoso!

Já tinha feito um ano de serviço, pedi a uma colega antiga na casa que me descobrisse como havia de fazer para entregar o CV naquele departamento. Após indicações da mesma, fiz o Cv,   juntei-lhe uma carta de apresentação e a seguir ao serviço, passei por lá para o entregar em mão. Como o edificio é complicado andei meia atrapalhada com as portas e os elevadores...mas lá dei com o sitio. Entrei e dirigi-me à pessoa que estava na secretaria que estava logo em frente...fui atendida por um rapaz e uma rapariga e expliquei-lhes de que se tratava. Tinha metido o subscrito dentro de um livro que lia sempre no comboio e naquele instante de tirar e não tirar o livro de dentro da mala (atrapalhei-me com as coisas) e vejo sair do corredor..."A loira boa"!!! 

Escusado será dizer que corei que nem um tomate, gaguejei para o rapaz que estava a falar comigo, entreguei-lhe apressadamente a carta, ele ainda me disse qualquer coisa, agradeci e sai com as hormonas aos pulos e um sorrisinho estupido xapado na cara!

Depois mudei de edificio...passei para um umas ruas abaixo, e de vez em quando lá calhava virmos os dois no mesmo comboio. Agora a volta era diferente...ele ia para um lado, eu para outro...cruzavamos invariavelmente e eu por detrás dos meus oculos escuros botava a postura mais sedutora e impretigada ao passar por ele.

Hoje vio de novo...ao pé da minha casa??!! Hmmm...a sobrancelha levantou-se ligeiramente!!! Ia a sair do banco, quando reparei naquela figura que me pareceu familiar...por entre os oculos escuros rebolei o olhar na sua direcção...era mesmo ele! Sorri.

E à medida que atravessava a rua pude reparar pelo canto do olho que ele reparou...como quem diz: "Olha esta cara...???"   

Foi bom ver hoje uma carita laroca e lembrar-me daquele rabiosque tão formoso...

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 22:14
sinto-me:
música: Wild Thing...

8 comentários:
Devias era ter ido ter com ele, agarrá-lo pelo colarinho e encostado-o à parede. Olhavas-o bem dentro dos olhos e tocavas com os teus lábios nos deles... um toque apenas, ao de leve. Largávas-o e dizias-lhe: não voltes a fazer isso de novo!
E depois ias embora.

Claro que enquanto ele tentava perceber o que lhe estava a acontecer, tinhas metido o teu número de telefone num bolso dele.
rui a 10 de Maio de 2006 às 22:50

Bemmmm...
Rui se eu pudesse por aqui uma webcam ias ver eu escangalhada de tanto rir. Demais!!! Foi engraçado ve lo aqui ao pe da minha casa, pk foi a primeira vez e dpois foi tb engraçdo pq a ultima vez que o vi foi no dia k tive uma bruta discução com a bruxa da ex-chefe e despedi me. Foi giro ver que mesmo ao longe ele pensou...olha ela??!! Aqui??!!
Mas pensando bem...não era nada má ideia!!! :D
Beijos

p.s - essa do nº de telf no bolso... :D

Paty,
É incrivel como há pessoas que nos marcam para a vida, mesmo que nunca tenhámos tido nenhuma intimidade com elas.
Bjs.
Art Of Love a 10 de Maio de 2006 às 23:59

Sábias palavras meu amigo! E acredita que sei bem o que dizes...:D
Beijos

E viva os rabiosqueses formosos, jeitositos ehehe :D beijos (rectatados) da Princesa
PrincesaVirtual a 11 de Maio de 2006 às 01:29

Viva! E é tão bom esquecermo-nos do resto e simplesmente aperciarmos as coisas boas que há em alguns homens!!! :D
Beijos

Também gosto de cabelos compridos num homem..e apesar do meu homem agora os ter curtinhos, já teve cabelo longo, pelo meio das costas... liiindo.! beijoca
morgana a 11 de Maio de 2006 às 16:05

Olá Morgana!
E! Confesso que é uma pancada! Mas também não ajudou nada com o ultimo (a pancada dele era muita e apesar de ele ter cortado o cabelo e de eu ter ficado xocada, axo que eu não consegui acompanhar lololo). Mas o gosto permanece sempre...Odeio fatos apertados e gravatas!!!
Hmmmm, oh minha amiga esse seu desabafo deu me que pensar....e levou me a outro blog :P
Porque será??!!
Beijos minha linda espero que esteja a correr tudo bem!!

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
16
18
20

21
23
25
27

29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO