Round and Round in Circles Over Life...

25
Fev 06

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] <p>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<P align=center><IMG style="WIDTH: 256px; HEIGHT: 300px" height=300 alt="kimono by Eikoh Hosoe.jpg" src="http://patyplanetaazul.blogs.sapo.pt/arquivo/kimono by Eikoh Hosoe.jpg" width=200 align=center border=0 <P></P>
<P align=center>"Kimono" by Eikoh Hosoe </P>
<P align=left>Chove...
<P align=left>Hoje sinto-me estática, presa a um vazio, a um nada, a uma solidão...
<P align=left>Eu disse que era o 8 ou 80!!! ;)
<P align=left>A propósito de um texto publicado ontem pela Princesa Virtual, dei por mim a pensar na solidão...
<P align=left>Começo a ter medo da solidão. Parece estúpido dizer isto, mas sinto que a vida me passa ao lado, que as pessoas passam deixam marcas...mas não sou sificiente para as prender, para as fazer ficar.
<P align=left> <EM>No man is an island!</EM>
<P align=left>Mas a verdade é que cada dia que passa chego à conclusão que as pessoas são solitárias, cinzentas, individualistas. Sinto uma falta enorme de ter amigos, amigos de verdade com quem possa realmente estar, sem constantemente ouvir a desculpa do namorado, da namorada, que hoje é porque vão não sei onde, amanhã porque o cão dela não sei quê, a tia dele faz anos...e por aí fora.
<P align=left>Quando isto começa a ser recorrente eu prefiro afastar-me, não sei explicar, mas prefiro seguir o meu caminho a ter que mendigar-lhes ou impingir-lhes a minha companhia. Acho muito bem que as pessoas se juntem, casem, namorem, tenham filhos e sejam felizes...fico feliz por eles e desejo-lhes o melhor. Mas não posso deixar de ficar triste com o facto de se lembrarem de mim apenas no natal, quando faço anos, na páscoa...enfim!
<P align=left>Quando tenho amigos, quando gosto de alguém de uma forma especial, sou uma pessoa diferente...gosto de me interessar por eles, gosto de saber como estão, não me importo de telefonar a saber novidades, de ir ao cinema ou apenas atravessar o rio só para estarmos 30 min. a beber um café.
<P align=left>Nunca fui de sair muito é certo, mas nunca deixei de estar lá para os meus amigos, para aqueles de quem gosto, pois para mim há muitas formas de se estar perto dos amigos...e no entanto vejo me aqui...sozinha, na altura que se calhar mais preciso de arejar de ver gente nova, de desanuviar, de rir, de conversar...
<P align=left>Há já algum tempo que venho sentindo uma solidão demasiado grande, tento combanter isso saindo, indo às minhas aulas de fotografia mesmo quando não me apetece nada e estar com os meus colegas a trocar ideias. Gosto de andar a pé e ver gente, gosto de andar por lisboa e falar em silêncio comigo mesma...
<P align=left>Hoje li uma reportagem sobre homens, solitários por sinal, com as suas profissões, com a vida estruturada, construída e que decidiam ser pais solteiros. É comum isto acontecer com mulheres, conheço alguns casos de mulheres que tomaram essa opção por variadissimas razões. Nesta reportagem em particular os homens adoptaram essas crianças e a elas se dedicam de corpo e alma, pois para eles a ideia de serem pais foi mais importante que tudo o resto.  
<P align=left><EM>Posso nunca me casar! Mas ter filhos...terei com toda a certeza!</EM> digo sempre isto com alguma convicção, mas não sei se será esse o meu destino...
<P align=left>E como se combate a solidão numa sociedade em que cada vez mais todos nos voltamos para o nosso prório umbigo e não conseguimos viver a primavera da vida em pleno? Como aprender a estar bem com esta insatisfação permanente, com este querer mais, com o facto de olhar à minha volta e ver tanta gente de olhar triste, de coração partido, de querer sorrir e não existir ninguém para partilhar o sorriso?
<P align=left> </P>
publicado por Paty a.k.a Wildflower às 15:53

5 comentários:
P/ Rui: Lindo o teu texto sem dúvida. Fiquei enternecida com a tua descrição do meu belo e maravilhoso algarve. É lá que encontro a minha paz! Obrigada um beijo!Paty
(http://patyplanetaazul.blogs.sapo.pt)
(mailto:patigrodriguez@sapo.pt)
Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 17:17

O que eu te ia dizer está na tua resposta à Princesa.
Deixaste-me sem palavras, mas fieste-me lembrar deste texto. De alguma maneira, trata-se da mesma coisa:
http://maleficiosdafelicidade.blogspot.com/2005/07/sem-titulo.htmlrui
(http://maleficiosdafelicidade.blogspot.com/)
(mailto:umdiamais@hotmail.com)
Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 16:02

p/ Fernando: Sim tens razão, por isso faço sempre esse esforço apesar de haver dias em que não apetece nada. Beijos e boa semana para ti.

P/ Princesa: Eu percebi a intensão do teu texto. A minha ansiedade provem do facto de sentir que deixei muito para viver e sinto que estou a perder caminho. É dificil explicar...As peças soltas existem, eu e que ainda não consegui arranjar uma forma equilibrada e harmoniosa de as juntar e de as ver como parte da felicidade! Beijos e boa semana. Paty
(http://patyplanetaazul.blogs.sapo.pt)
(mailto:patigrodriguez@sapo.pt)
Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 14:51

Olá menina do planeta azul :)

Ontem resolvi colocar uma nota no meu post, passa por lá. Porque vives o «futuro» com tanta ansiedade???...tens 26 anos e a vida para conquistares. Não vivas nem sofras por antecipação!!! Não te escrevi já num post, que a felicidade são peças soltas??? Então presta atenção ás tuas peçinhas :D Vá anima-te ... A tua solidão considero passageira...a solidão que falava no meu post...bom essa sim é «preocupante». Beijinhos e tem um bom carnavalpluma(princeavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)
Anónimo a 26 de Fevereiro de 2006 às 21:39

Há sempre alguém com quem partilhar o sorriso. Nem que seja com a pessoa que está à nossa frente no espelho. Sempre.Fernando
(http://www.hojeli.blogspot.com)
(mailto:fjsla@yahoo.com)
Anónimo a 26 de Fevereiro de 2006 às 20:55

Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
17
18

20
21
23
24

26
27


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO