Round and Round in Circles Over Life...

29
Ago 06

REINVENT YOURSELF....

Corioso...como há palavras ou frases que surgem, como que botões que ao serem carregados, fazem uma espécie de clikc nesta cabecita as vezes meio xoxa...

Estava agora mesmo a fazer um zapping pelos canais de TV, quando tive a oportunidade de ver o finalzinho de um recente video da madona...a mensagem final que apareceu no ecrã era precisamente esta....Reinvent Yourself!

Que giro! Faz tanto sentido para mim neste momento...

Esta pequena frase também me fez recuar nos dias e lembrar-me de alguns artigos que li numas revistas...basicamente eram artigos sobre novos conceitos urbanos, que cada vez mais surgem um pouco por todo o lado.

Será que estamos a caminhar no bom sentido? Falo da sociedade está claro, das pessoas...

A mim parece-me que para além dos velhos rótulos, que distinguiam as pessoas pela cor ou status, está-se a assitir ao rotular de tudo e mais alguma coisa e a esquecer-se o que é realmente importante. Senão vejamos: primeiro assitiu-se ao aparecimento do metrosexual, agora assistimos ao da Übermulher (também aplicado ao homem), o femeninismo parece ter ressurgido dirigindo as atenções dos "tagarelas" (vulgo revistas cor de rosa e toda a imprensa dirigida ao sexo feminino) para o facto de existirem cada vez mais mulheres adultas, solteiras independentes, com sucesso profissional, etc.

Não percebo qual é o motivo para tanto sururu e agitação....

Da mesma forma, vejo aprecer muita preocupação com os solitários, escrevem-se artigos sobre nós os coitadinhos e de como é dificil viver numa sociedade em que cada vez mais as pessoas optam por uma situação cómoda de celibatário. O mesmo se aplica as reportagens sobre gays, lésbicas e bisexuais...Why all the fuzz about it??? Don't get it!!!

A mim quer me parecer que estamos a esquecer do essencial, esquecemo-nos da condição de seres humanos, esquecemo-nos que esses conceitos agora muito "en vouge" existiram um pouco ao longo dos tempos, as sufragistas eram muito à frente...queimar sutiens??!!!, eu por exemplo conheco mulheres agora na casa dos 80's que foram pioneiras em algo no meio em que viviam...uma tia minha, por exemplo, foi das primeiras mulheres do seu tempo a conduzir, o ser gay ou lésbica não é de agora, é algo que já os romanos tinham uma certa tendência para ter pagens de companhia em vez de mulheres...

Bom...

É tudo tão natural para mim...ser metrosexual, ser mulher independente, solitário por opção, ser gay ou lésbica...para mim é natural e parte do livre arbitrio de cada um, não percebo porque então tanta agitação e empolgação com algo tão...natural!

No final tudo isto me leva a uma grande conclusão...estamos a esquecer-nos do essencial, estamos todos (incluindo eu propria) a viver fechados sobre nós mesmo e aquilo que nós escolhemos para nos rodear e esquecemo-nos de que é preciso evoluir, exteriorizar emoções, deixar de lado o conformismo, procurar sempre deixar um espaço em nós mesmo por preencher, para não nos satisfazermos com aquilo que já vivemos.

Reinventar-me é um desafio...

Que pessoa posso ser ao reinventar-me, ao fazer o meu próprio upgrade...que resultado teria se carregar no botão do refresh e fizesse uma actualização de mim mesma??? Não sei o resultado...tão pouco como fazer um upgrade de mim mesma. Mas Reinventar-me soa-me tão bem de alguma forma...

Hmmmmm....this has caught me thinking????!!!!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 19:49
sinto-me: Muito Filosofica...

28
Ago 06

As férias chegaram finalmente ao fim...se é que alguém na minha situação pode dizer tal coisas....

A maré está mais calma, depois do desabafo anterior (e agora perdoem-me aqueles que o leram) a maré está agora mais calminha, as onda mais pequeninas e as àguas mais calmas. Estou numa de "arrumações e house cleaning", como que a preparar algo que há vir e não sei bem o que é...

Também é tempo de balanço...no fim de contas, o balanço até é positivo destas minhas férias em familia...

O melhor de passar férias em familia é poder rever pessoas que só vemos de tempos a tempos, primos que moram longe, primos que têm vidinha complicada e que só se juntam em ocasiões festivas, pessoas essas que acabaram por me trazer mensagens subtis mas muito importantes.

Aquele cantinho  no campo que era dos meus avós, continua a ser um local onde posso descançar, onde posso ver um céu magnifico, falar com as estrelas, está perto da praia, está perto de Lisboa, e tem uma tranquilidade especial...tal como o meu mar do sul!

Estas férias houve tempo para ler uns livros interessantes, houve tempo para reflectir, esqueci os PC, os telemoveis (que so estavam ligados por questões profissionais), pouca TV (até porque ali so mesmo os 4 canais nacionais e as vezes sabe-se lá), não levei banda sonora comigo este verão, mas revi os meus velhinhos vinys guardados no sotão e cheios de pó, Janis Joplin, Crosby & Nash, G n' R, e muitos outros que marcaram alguns momentos da vidinha, alguma praia, alguma piscina, algum sol (sim porque isto num está para brincadeiras...), muito ar puro e muitoooo babysitting!

Simmmm...ouviram bem...babysitting! É verdade, férias em familia, com direito a putos pestinhas no pacote especial de férias...eheheheheh! Confesso que é algo cansativo e as vezes seca, a diferença de idade faz com que sejamos de mundos completamente diferentes, mas a energia que me deram foi demais. Foi como um recuar no tempo, recordar coisas e ,momentos engraçados, recordar brincadeiras para os entreter, muitos desenhos (porque aqui a prima Paty até tem jeitinho para o desenho e para os trabalhos manuais), muitas colagens, legos, jogos de bola, levar cedo para ir à praiinha, mergulhos, corridas e "tumba-tumbas" na piscina...ai a prima Paty tem cá uma paciência!!!

Mas soube bem...

Também soube bem andar de roupinha reduzida e chinelos durante tantos dias....era vestir o bikini de manhã e uma roupita curta e levezinha por cima e tá a andar de moda!

Este foi o ano da revolução do bikini....lolololo. Arrisquei comprar logo 2 duma vez (que estavm uma verdadeira pechincha) e apesar de no acto da comprar pensar para comigo que o mais certo é que ficariam na gaveta...descobri que são os meus melhores amigos no verão...e que até combinados com uma bela toilette de noite fazem um "vistão" que não vos digo nada!!!

Axo que foi dos 27....

Ver 27 nas velas do aniversário...foi como que o cair da ficha!!!! Toingggg Toingggggg!!!! E a seguir levar um estaladão....ACORDA MELHERI...ACORDA!!!!

No que diz respeito aqui ao coraçãozito...pois o verão foi calmo como um mar sem onda (para variar lolololo), reflexão muita reflexão foi a única coisa com que me preocupei. Bom isto é...não estou cega...portanto as vistas vêm se sempre!

O facto de ter completado 27 parece levar algumas pessoas (especialmente a mãe e alguns amigos) ao desespero e quererem que arranje homem à força....já não sei o que fazer para que se desenganem...pois aqui a je para além de dificil e personalidade forte, está numa de Out of Love como diria a Anastacia. É verdade com tudo o que a vida me tem trazido de confuso e triste no campo amoroso, decidi que é melhor estar comigo mesma, do que sair por ai feita maluca a caçar o primeiro que me apareça....é dificil estar se só acreditem, mas não é nenhum drama! Apesar deste meu esforço e deste pensamento custa estar no meio da multidão, olhar em volta e perceber que anda tudo in love, as miudas e os putos andam para aí com as hormonas aos saltos e é vê-los fazer de tudo para ter aquele amor de verão, mesmo que seja passageiro...as vezes é complicado sobreviver a tanto in love!

Num desabafo em meias palavras, quase em código com uma prima...consegui ouvir algo que me surpreendeu. Primeiro porque a pessoa em questão é uma mulher que não se manifesta assim facilmente sobre assuntos emocionais e depois porque a vida recentemente lhe pregou a valente partida do coração (a qual ela soube dar a volta por cima e para espanto de todos da maneira que ninguém esperava). Ela percebeu que eu estava farta de histórias mal resolvida e desgostos de amor, então subtilmente disse: Paty as coisas não são como aquele velho ditado dizia que existia sempre uma tampa para a nossa panela...lembra-te que a tua panela pode ter muitas tampas. (...) Também não te deixes levar por essa desilusão, voar sabe tão bem não sabe? E tu conseguiste voar não foi?!!! Nunca te esqueças de voar...

Resumindo: Fiquei de boca aberta! Ela tinha razão...é certo que não aconteceu nada, que andamos quase 3 anos no chove não molha, até que eu me passei com a pose do sujeito e dei com os burros na àgua. Mas pelo meio consegui voar, consegui desejar, sentir um fogo ardente, consegui amar e sentir que podia ser amada. Aproveitei os momentos e não tive receio de dizer que amava. Ainda que tudo tenha terminado mal, ainda que me tenha sentido traída, humilhada, triste e vazia...olho para trás e sorrio porque um dia conheci alguém que me fez...Voar!

Lamexices à parte e adiante...

A verdade é que este verão percebi que tenho que mudar, dar uma volta nesta vida, trilhar um novo caminho, tenho de encontrar a minha missão de vida, tentar descobrir se este é o caminho certo...sei que quero trabalhar, que quero fazer algo que me dê prazer e gosto, quero conhecer novas pessoas, não mais me fechar em copas, quero esquecer o passado e procurar encarar o futuro, quero viajar e sentir que ainda não estou completa há sempre espaço dentro de mim para algo mais....

OBRIGADO A TODOS PELOS COMENTÁRIOS E PALAVRAS TÃO BOAS

UMA SEMANA EXCELENTE PARA TODOS

WELCOME BACK TO REALITY!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 16:34

25
Ago 06

ATENÇÃO SENHORES PASSAGEIROS...POR FAVOR APERTEM OS CINTOS DE SEGURANÇA...BREVEMENTE IREMOS ENTRAR NUMA ZONA DE ALGUMA TURBULÊNCIA!!! É FAVOR MANTEREM A CALMA... 

Back from Vacations...

Humpf...

Ele há coisas do Demo...xiça!

Quando pensamos que recuperamos a paz interior, quando nos sentimos em paz e pensamos ter recuperado a serenidade...eis que surge a puta duma semana irritante à brava! 

Bom como disse no post anterior, estive a maior parte do tempo hibernada com a familia, apanhando os ares do campo...até soube bem, apesar de treinar muito a paciência Zen, confesso que consegui alguma paz e tranquilidade. No passado fim de semana, após algumas entrevistas de emprego, olhei para o calendário e pensei que ainda tinha uma semaninha e qualquer coisa para gozar...

E foi o que fiz! Rumo ao sul lá fui eu...

Gosto do Algarve em qualquer época do ano, a agitação do verão por vezes pode ser nociva, mas sabe bem. Em vez de ficar sozinha e ter uns dias para mim, juntei-me à minha irmã e ao seu mais que tudo. Eles que andavam stressados com uns pequenos "pricocuós" devem ter passado para mim a energia e confesso que se tornou insuportavel.

Sou muito chegada à familia, demasiado até...a minha irmã nem por isso, desde muito cedo que toca de querer estar sempre mais distante...não a censuro, pois sei bem o quão intensos os meus pais são mais os seus problemas...mas há coisas que ela diz e atitudes que tem que me magoam...sempre foi assim. Ela diz que somos tipo cão e gato!

Magoa as atitudes que ela tem ultimamente, magoa ver a pessoa que ela foi em tempos e a pessoa que ela é hoje, acho-a tão mais amarga...uma miúda que era insegurança e tinha uma energia que preendia a atenção das pessoas...as pessoas ficavam presas ao sorriso, à simpatia, à expressão...eu ria-me ao ver a legiam de pretendentes babarem à sua passagem...e ela xoramingando, não enxergando um palmo á frente do nariz...

Hoje em dia não existe mais essa miúda...ela diz que o fogo apagou-se, que tudo tem o seu timming! Agora vive presa a uma relação de amor ódio, alguém que ela critica até mais não, estão sempre picados e enxonfrados por coisas minimas...para depois reagirem como dois tolos logo a seguir! Ora amuam, ora estão sorrindentes....

Faz-me confusão como duas pessoas se suportam assim (até quando eu mesma me senti nessa situação foi dificil perceber)...

Contudo a vida é dela...e é ela que sabe aquilo que é melhor para si!

Eu também não sou perfeita, não sou nenhuma santa...sim como ela diz, faço birras, sou teimosa, geralmente tento levar a minha àvante, mas há coisas que uma irmã não gosta de ouvir, há coisas que magoam mesmo e a sério, por mais estúpidas ou da boca para fora que possam ter sido...

É nestas alturas que a menina ingénua que há em mim acorda e abre os olhos! Afinal isto não é mais do que algo que me diz que as pessoas seguem o seu rumo, ninguém é de ninguém, ninguém se prende a ninguém...e por muito que me seja dificil, tenho de aprender a viver com o facto de ser uma pessoa solitária, tenho de me desprender daqueles que amo e deixa-los seguir o rumo que pentendem...

Para quê insistir...

A vida já me mostrou uma vez que insistir num amor não é solução, mas sim dor! E da mesma forma que tem acontecido com os amigos, existem pessoas que temos que deixar ir, deixa-las viver a sua vontade e cortar as amarras...

MORAL DA HISTÒRIA: Férias agora....Sozinha mesmo!!!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 14:19
sinto-me: Impaciente...

18
Ago 06

Foto by Eiko Hose

6.8.06...

23:00h...

De caneta em punho, escrevo à luz ténue e pardacenta do candeeiro do meu quarto. Não tenho sono...

Olho em volta, este quarto está repleto de tempos de juventude, de inocência de desejos, de sonhos de adolescente. Espreito pela janela, a lua grande redonda, cheia ilumina tudo em volta como uma candeia que nos guia o caminho, o calor insuportavel, lá fora ouvem-se o bater asas dos grilos, alguns cães ladrão no meio da imensa escuridão, troco algumas ideias com o meu coração...

Tem sido um mês calmo, na medida do que é possivel ser calmo. este ano não há emprego, não há dinheiro, não há mochila às costas, nem bilhetes de avião, nem mapas novos com que meus dedos desejam trilhar...mais umas férias em familia para variar!

Há um ano atrás estava prestes a embarcar "all by myself" para Paris, há um ano sabia bem aquilo que queria, há um ano conhecia o calor de um desejo, o tom de uma voz...mas há um ano, tudo começava a tomar o rumo da mudança.

Ontem completei mais um anito não quiz grandes festas, saídas e confusões. Ambiente sereno, familia reunida, tudo simples e informal...como sempre e para variar! Fazer anos em Agosto tem muito que se lhe diga lololo! No final da noite depois de despachados todos os familiares, depois de arrumados os vestigios de uma mini festa de aniversário, sentei-me um pouco na rua apanhar o fresco da noite...sem luzes nem vozes de pessoas, fiquei de nariz no ar, olhar pregado no céu, queria paz e serenidade...elas brilhavam grandes lá no céu! Quando me decidi a regressar para dentro de casa....outra estrela cadente, grande, linda, deixando um enorme rasto de fogo atrás de si. Sorri e os olhos encheram-se de lágrimas, nem sei o que desejei, talvez o coração tenha falado por mim.

Estou bem! Nem sei como estou tão tranquila e calma é dificil estar no campo, no meio do nada e conviver serenamente com familia 24h por dia...nada que não faça normalmente...mas aqui é diferente! Falta me ainda muito que percorrer...

Começo a ficar farta desta vida sem rumo, sem objectivos, sem metas a atingir...começo a cançar-me de não conseguir emprego e sinto que decisões radicais tenho que tomar. Tenho feito uma certa retrospectiva daquilo que já vivi até aqui...há muita coisa que ficou pelo caminho, oportunidades que não se aproveitaram, erros, tempos dificeis...mas o motivo de estar aqui hoje é muito maior e Deus ou o Universo, (seja o que for) não me deu uma segunda chance sem motivo aparente! Com tanto trambulhão às vezes pergunto-me no que é que "O gadelhudo-Cára-Pálida-Grande-Chefe" pensou para mim, quando em pequena estive do outro lado, quase a alcançar a sua mão divina??!!

Estas férias têm servido para falar comigo, para me encontrar, para perceber que o universo conspira para que nós alcancemos aquilo que tanto procuramos...Continuo a caminhar no deserto, porém com outros olhos, com uma esperança renovada, com o sentimento de que a vida ainda me reserva muitas coisas (boas e más) pela frente...

Adiante...

Faz pouco mais de uma semana que foi o casório! Um calor insuportavel, uma familia super divertida (tudo gente do Minho...gente do nuorte carago), que encheram Lisboa para um dia de celebração da união de mais dois pombinhos. Foi engraçado e muito cansativo, a igreja foi em Lisboa, o copo de àgua quase nos confins de judas lololololo, comida, bebida (alguma...não muita), musica pimpa e amigos para rever. Eu lá entrei no vestido, lá arranjei os sapatitos de cinderela a condizer, a malita, o vestido a ficar todo amassado com o entra e sai do carro, entre e sai da igreja...enfim!

Depois pézinho de dança (logo eu que sou arraçada de headbanger e tenho pé de chumbo lololo), mais umas sobremesas e no fim da noite bolo de noiva cortado ao luar e imaginem fogo de artificio...tudo bem regado com uma bela tacinha de champagne!!!! 

Foi giro, divertido e muitoooo cansativo....Ah e um valente escaldão!!!!!

Confesso que o casamento foi mais que isso...sai de lá com a alma lavada! Como conhecia muito pouca gente, foi bom misturar me com gente desconhecida, conhecer pessoas, dar-me a conhecer, ouvir coisas boas, divertidas, rir com muita vontade, receber simpatia. Determinados amigos têm destas coisas...

Incrivel como passamos tanto tempo sem nos ver, mas quando estamos é sempre uma relação tão especial! Também é deles que tiramos e aprendemos grandes lições, através deles percebemos os sinais, as mensagens que precisamos de aprender.

Não vou mentir e dizer que já não penso em nada...compreendi que há coisas que têm mesmo de acontecer, que é bom voar e tristes são aqueles que não têm essa capacidade, mesmo que depois esse voo se torne num planar solitario e triste, posso sempre dizer que já voei, que senti o ar fresco e doce bater-me no rosto, que os meus olhos se encheram de lágrimas com o bater emocionado do coração...

Mas hoje, aqui e agora a cabeça e o coração pedem Paz, serenidade, pedem para reencontrar o caminho e deixar que as coisas aconteçam por si só....

Fiz uma pausa nestas minhas férias para vos deixar umas palavritas. Escerevi este texto e decidi publica-lo para vós. Prometo conitnuar a contar-vos algumas coisas sobre estas férias, pode ser que já tenha mais novidades e com mais calma contar-vos algumas peripécias em familia! Para já quero agradecer-vos a todos os comentários e as visitas no meus cantinho, quando tiver mais calma prometo retribuir-vos as visitas. Deixo-vos só mais umas linhas muito ao jeito de Miss Brigit Jones, estas são algumas das minhas resoluções para os 27 Anos:

Resoluções de Aniversário - 27 Anos, 1 semana e 5 dias: 

1. Arranjar emprego, seja de que maneira for...cansei de vegetar!

2. Deixar o passado lá atrás, guardá-lo numa gaveta e pensar e olhar apenas para o futuro!

3. Ser livre, independente, procurando sempre a paz e a serenidade, para assim encontrar-me com o meu Eu, sem nunca perder a capacidade de sonhar e voar! Resumindo...posso até continuar a viver com os meus pais, mas jamais me aniquilarei ou subjugarei a minha personalidade forte (lololo) seja por quem for!

4. Esquecer enconações, medos e inseguranças! Sou aquilo que sou e como sou...terão que me  aceitar assim e sempre assim! Caguei para as curvinhas, pernas rexonxudas, etc. e tal...Sou ofical e definitivamente uma mulher xeinha e rexonxuda com muitas curvas boas. Portanto quem gosta...gosta! Quem não gosta...não dá lambidelas (Máxima que aprendi com o meu amiguinho Chris que pertence ao passado)!

5. Cuidados com o corpito!! Lá por me assumir que tenho quilinhos a mais, não significa que não os combata, portanto há que ter mais olhito e ter cuidadinho com a boca!

6. Começar a pensar mais em mim, primeiro em mim, só em mim e depois em mim...!

7.Quanto às questões do coração, homens, emoções fortes e afins...avisa-se a navegação que sou uma personalidade forte, demasiado às vezes, "portantus" senão têm estofo para me conquistar, aturar, bajular, seduzir, e mais importante AMAR....don't you bother! Não faço caridade com ninguém....Quando gosto muito luto, quando não gosto não corro atrás nem engano niguém!

8. Sempre a verdade e nada mais que a verdade!

9. Conitnuar com as minhas foto-aventuras, com projectos que surjam, coisas que gosto de fazer, viajar etc.

10. Acima de tudo ser feliz, mais feliz comigo mesma, com os outros, com a minha familia e aqueles a quem eu quero todo o bem do mundo!

OBRIGADO A TODOS MAIS UMA VEZ! PROMETO SER BREVE...

AINDA HÁ UM RESTO DE FÉRIAS PARA GOZAR!

CARPE DIEM...SIGAM O VOSSO CORAÇÃO!

 

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 12:06
sinto-me:
música: "É Demais" - Doce

Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
26

27
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO