Round and Round in Circles Over Life...

28
Fev 06

venice-carnival.jpg

E assim hoje chega mais um carnaval ao fim!

Confesso que não tenho muita paxorra para estas coisas de foliões e tal...a estúpidez e falta de inteligência de algumas pessoas, leva-me a detestar esta época do ano.

Apesar de não me interessar minimamente por esta altura, confesso que até gosto da ideia do carnaval. Supostamente estes seriam dias para aproveitar, para desfrutar de bom humor, do convivio com os amigos e as pessoas em geral, tempo de diversões, de despirmos a pele do dia-a-dia e esquecer as arguras da vida.

Em miuda lembro-me sempre de me mascarar...não era nunca bem aquilo que uma criança idealizava, mas a fatiota era sempre feita com muito entusiasmo e rigor. A minha mãe tinha sempre uma ideia e lá me arranjava uma máscara mesmo á ultima da hora. Durante muitos anos lembro-me de me mascarar de palhaço...era o mais comum, nada feminino, mas era especial. Chegava a ficar horas, sentada aos pés da minha mãe e a puxar pela criatividade para incrementar a vestimenta do palhaço. Lembro-me de um ano ter tido a paxorra de fazer uma cabeleira de lã e um relogio gigante em cartão...era tudo "Home made" e ficava sempre muito engraçada.

Depois quando entrei na escola secundária a magia do carnaval acabou...deixei de ter paciência para entrar nestas coisas das máscaras e uma adolescente como eu estava mais interessada em sonhar com outras coisas do que fazer figuras tristes no meio da escola. Confesso que em casa em conjunto com uns primos ainda fazia umas brincadeiras, pintavamos a cára, punhamos uns chapéus engraçados e faziamos uns bailes caseiros para a familia.

Mas há muito tempo que não gozo o carnaval em grande!

O ano passado uma colega de curso a proposito do carnaval calhar mesmo no dia do seu aniversário, ela juntou uns amigos e uns colegas e dedicidiu fazer uma festa engraçada. Muitos mascarados, outros nem por isso...mas foi engraçado.

A minha recordação mais engraçada do carnaval foi há mais ou menos 4 ou 5 anos. Eu e umas amigas de faculdade, decidimos que esse ano era "Girls Going Wild" e lá arranjámos uma ideia para nos mascarar. Então quatro miúdas enfiaram-se no carrito de uma delas, todas vestidas de gatas e lá fomos nós para a "nite". Ainda hoje me rebolo a rir pois só tive atrapalhações com aquele fato nesse dia...

O mal do carnaval como comprovámos nesse dia é o excesso de algumas pessoas...pois por causa das bebedeiras de uns o carnaval quase se arruinou por completo e um caso sério ia acontecendo num dos locais mais badalados de lisboa. Confesso que tive medo e sem vontade de repetir a brincadeira...

Mas carnaval é diversão...por isso espero que se tenham divertido ou que ainda o façam...com conta peso e medida, tudo acompanhado de muita alegria e sorrisos!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 15:40

2 comentários:
p/ Rui: Como deu para perceber a mim também não me aquece nem arrefece. Axo que as pessoas não sabem brincar e isso retira a magia e espirito da coisa...algo acaba sempre por correr mal! Mas que há recordações engraçadas há! BeijosPaty
(http://patyplanetaazul.blogs.sapo.pt)
(mailto:patigrodriguez@sapo.pt)
Anónimo a 1 de Março de 2006 às 14:42

Não me consigo entusiasmar com o Carnaval - defeito meu -, passa-me sempre ao lado.
Há muitos anos, conseguiram enfiar-me uma meia de senhora na cabeça, e lá fui eu, mascarado de assaltante... houve quem se assustasse.Rui
(http://maleficiosdafelicidade.blogspot.com/)
(mailto:umdiamais@hotmail.com)
Anónimo a 1 de Março de 2006 às 13:52

Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
17
18

20
21
23
24

26
27


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO