Round and Round in Circles Over Life...

20
Jun 09


Sinto saudades da escrita mas já deixou de fazer sentido este meu mundo azul há algum tempo!

Sinto falta de alguns "planetas" que sempre me fizeram viajar e sorrir nos dias menos bonitos...

É tempo de mudar...

É Tempo de retomar a escrita...

 

http://the-green-scarf.blogspot.com

 

Até sempre ou até breve!

 

 

 

 

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 17:02

17
Jul 08

1º Constatação - estou a  ficar velha! Em pleno verão chego as 22h da noite e so me apetece enterrar a cabeça na almofada, já para não falar do facto que dou por mim a gostar de ver a novela da noite, em vez de ir desbundar por ai...OH Meu Deus!!!!

 

No metro...

Completamente a dormir ai por volta das 8h da manhã!

Não há nada melhor para começar o dia de que um metro apinhado de gente!

Eis senão quando....

Algures entre o areeiro e a alameda, sai tudo em debandada e entra um belo espécime do género masculino. Qual àgua de rosas para lavar as vistas....

Não sei proque o dia ficou mais iluminado!!!! Lololo

A sua estatura alta, o corpo entroncado, a melena ruiva e longa, barba bem aparada, de trato perfeito, nada em desalino....foi memoria fotografica instantanea!

Tive pena eu sai a seguir...

Ah! Também não levava a máquina comigo!!!

 

2º Constatação - passar a andar com a máquina fotografica não é nada mau! As imagens que tinha neste momento valiam mais que mil palavras...

 

No autocarro...

Algures ao fim da tarde, na margem sul.

Entrei no autocarro depois de um sprint com as tralhas todas na mão. Vá lá o estafermo até que parou...Sentei me onde havia lugar cansada da corrida, recostei me e la seguimos viagem. A meio do percurso, algueres perto da cova da piedade entra no autocarro uma avó babada (ainda algo jovem a senhora, nada das velhinhas cacéticas) trazendo pela mão o neto pequenito, que não teria mais de 2 anitos. Ar de reguila, brincalhão e irrequiteo.

A senhora, carregando as tralhas do miúdo e uma pasta de trabalhos manuais do infantário sento-se mesmo nos bancos a minha frente, virados para mim.

O pequinito sentou se muito educadamente no banco e ela ao lado.Durante o caminho, foi entretendo o puto com os desenhos que a professora havia entregue no ultimo dia de escola. E ela ia dizendo:

- Ai que lindo.... (num tou muito suave e repenicado). Este é pra mamã não é meu filho???

E o miudo la ia olhando pros bonecos...

- Ai este outro é uma borboleta muito linda...foi o meu menino que fez! Também é pra mamã???

E o miudo la ia dizendo que sim. As tantas numa curva, o miudo mexeu se, a avó equilibrou as tralhas que carregava na mão e o miúdo diz a pelnos plumões:

-Olha dei um peido!!!!

3º Constatação - no comments!!!

4º I need paradise vacations and a love to match....Yep dream on Girl!

 

Bom fim de semana a todos! aproveitem bem o verão! Kisses & hugs.

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 19:18

12
Jul 08

 

"HAPPINESS ONLY REAL WHEN SHARED..."

 

Intenso, complexo, dramático, brilhante!

Não consigo expressar em palavaras aquilo que senti, o que me fez pensar o que me fez chorar ( e são raros os filmes que me fazem chorar....).

Obrigado mana pela prenda maravilhosa! Your're the best!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 20:33

08
Jun 08

 

Era suposto já estar habituada  às curvas e contra-curvas da vida!

Era suposto....

Pois é! A verdade é que nunca se está preparado para fases menos positivas ou adversidades que se atravessem no nosso caminho.

Apesar de agora começar tudo a ficar mais calmo novamente, ainda paira cá em casa um sentimento de "não sei bem o que vai acontecer a seguir". O meu pai já faz 3 semanas que foi operado, o médico já lhe deu autorização para começar a retomar a rotina diária, já pode começar lentamente a sair, já pode conduzir, desde que não abuse e fazer uma alimentação normal e cuidada....mas nada de abusos! Ainda não sabemos muito bem o que vai acontecer a seguir, daqui a dois meses vai fazer um exame "xpto" e terá que continuar a aguardar que saiam os resultados da biopsia, que irá ditar o vereticto final e se há necessidade ou não de iniciar mais tratamentos.

Enquanto isso vivemos um dia de cada vez....

Outro facto que também não tem ajudado é o novo emprego. Não é nada do outro mundo, é difrente apesar de ser também um call centre, mas a pressão é maior, a exigência é maior, o salario é bem maior e a responsabilidade também. Se calhar sou só eu a acusar cansaço ou falta de férias, não sei, mas o que é certo é que tenho notado diferenças na minha forma de estar. 

A verdade é que se não tivesse acontecido isto com o meu pai não teria mudado de emprego tão radicalmente, teria esperado por uma coisa diferente, numa outra àrea...mas não a oportunidade que apareceu dava me a hipotese de monetariamente apoiar a minha familia numa fase tão exigente como esta, em que os cuidados de saúde obrigavam a ter que recorrer ao privado....

Infelizmente (e penso que todos o devem sentir) a crise generalizada no pais e as reformas que os meus pais ganham acabam por não chegar para tudo...vão dando! Nestas alturas acabamos por nos apoiar em tudo e a parte económica também faz parte.

O meu pai tem um grande defeito....não gosta de dar o braço a torcer e baixar o orgulho. Ele toma sempre tudo nos ombro e ele é que sabe! O que vale é que eu acabo por contornar a coisa e dar a volta ao texto.

A minha mãe que já não tem grande saúde e força emocional, tem dias melhores e outros piores o que não ajuda nada nesta situação e faz me sentir obrigada a estar mais presente. 

Com tudo isto sinto me cada vez mais fechada no meu mundo. Liguei o piloto automático e dedico-me aquilo que realmente importa, acabando por deixar muitas coisas para outras ocasiões ou para segundo plano. 

Nestas alturas a vida torna-se num lugar estranho cheio de incertezas. Nestas alturas se revelam as pessoas que realmente estão presentes nas nossas vidas, nestas alturas se revelam os verdadeiros e fieis amigos, aqueles que nos amam, que se preocupam...

E pensar que antes disto tudo acontecer já tinha viagem marcada para ir para os Açores, hoje estaria a preparar as malas para amanhã embarcar cedinho e só regressar na quinta feira....pensar que já tinha posto um dinheirinho de lado e tinha pedido o dia 5/6 (na antiga empresa) para  ir abanar o capacete  no Rock In Rio, pensar que tinha tudo preparado para  ir a Londres em Novembro, perder a cabeça e realizar o sonho de dar entrada para a maquina fotografica digital profissional....  

Ai suspiro....

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 14:41
sinto-me: Nostalgica e preocupada.

07
Jun 08

 

 Give me the sense to wonder

To wonder if i'm free

Give me a sense of wonder

To know I Canbe me

Give me the strength to hold my head up

spit back in their face

Don't need no key to unlock this door

Gonna break down the walls

Break out of this bad place

 

Can I play with madness -

The prophet stared at his crystal ball

can I play with madness -

there's no vision there at all

can I play with madness -

the prophet looked at me and laughed at me

can I play with madness -

he said you're blind too blind to see

 

I screamed aloud to the old man

I said don't lie and don't say you don't know

I say you'll pay for this mischief

In this world you're the next

Oh and then he fixed me with a freezing glance

And the hellfires raged in his eyes

He said do you want to know the truth son

I'll tell you the truth

Your soul's gonna burn in the lake of fire.

 

 

A minha mais recente aquisição...hoje perdi a cabeça e não lhe resisti....my preciouse!

Hoje deu-me para o saudosismo dos meus teenage years!!

Belos dias em que a vida corria fun and free....

Ai como eu ando mesmo arruinadinha da minha cabecinha!!!!!

Ai supiro.....

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 14:36
sinto-me: Headbanging....
música: Can I play with madness

27
Mai 08

Depois de uma duas semanas em alto stress por causa da história do meu pai e da operação e tal...eis que chega o belo dia!

Ontem lá foi ele ser operado, ao inicio da noite, numa clinica privada algures na margem sul do tejo. Correu tudo como era esperado e 24 horas depois ele está a recuperar do pos-operatorio. Ta tudo bem ....

Mas adiante....

Ontem esperavamos todos na sala de espera que o médico saísse. Conversa para aqui, conversa para ali....aqueles coisas tipicas de hospitais!

Ao fundo da pequena sala de espera, lá estavam elas...as duas recepcionistas conversando sobre a sua vida "arround the world2 e arredores!!!!

Entra e sai de médicos, pessoal em fim de turno, enfermeiras a entrar ao serviço, senhora da limpeza que às tantas começa a falar em criolo com quem não era suposto...risada das outras duas!!!!

Enfim....

E nós ali....

Eis senão quando sai o jovem doutor....

Num "causual chique" em tons de laranja e caqui...só não lhe gabo a altura pois se fosse mais tipo 1,80m seria perfeito. Mas adiante....

O jovem bonacheirão dirige-se à porta de saida e despede-se com um até amanhã....

Sorriso convencido e confiante da sua aparência!

As duas dão risadinhas e gracejam....

- "Então já vai doutor????!!!!" - tive vontade de me virar para ver a sua expressão, mas pensei que seria demasiado obvio. O tom esse não enganava ninguém....

- "Vou está na minha hora!!!" - Diz sorrindo ao mesmo tempo que afastava a porta.

- "Ahhhh e vai se embora e não veio falar comigo doutor?????!!!" - diz num tou meio infantil e enamorado.

- "Acabei agora mesmo de falar consigo e de lhe dizer até amanhã!!!!" - Sorriu e continuou porta fora!

 

 

Moral da historia:

Para a próxima morde a lingua, antes de te tentares meter com o convencido do doutorzinho.....tá!!!!

 

Beijos a todos!!!!

Obrigado pelo apoio...

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 23:36
sinto-me: Com sono...

24
Mai 08

Depois de algum tempo, eis me renascida das cinzas, qual fénix imaculada, procurando de novo as palavras que me ajudem a libertar aquilo que me vai na alma....

Entrei numa espécie de stand-by desde o ano passado!

Não sei se a rotina, se a realidade ou a falta de coisas novas e excitantes na minha vida, mas o certo é que durante muito tempo não houve palavras, não houve vontade, não houve motivo para escrever....

Hoje, remechendo neste meu "pasquim" abandonado e após algumas visitas a blogs amigos...senti saudades!

Mas adiante....

2008 não começou própriamente de forma bombástica e entusiasmante! Começou isso sim normal e sereno, como uma lufada de ar. Talvez por isso, pensei que este seria um ano de grandes concretizações, de novas motivações, de acontecimentos novos e brilhantes.

A expectativa é sempre grande não é verdade?!

Não sei porque me sentia tão confiante, mas sentia que era um ano de concretizações....

Meio ano passado, os dias correram num instante....

Concretizações....0!

A carta de condução ficou parada às espera de melhores dias, o emprego suportava-se bem uns dias e outros menos, a fotografia passou para segundo plano e parecia que alguém lá em cima me conduzia com um controlo remoto!

Após muito penar consegui uns dias de férias na empresa....decidi dar uma lufada de ar cá em casa, ofereci uma viagem aos meus pais com uns dinheiritos que juntei, a condição deles foi ir com eles e desfrutar de uns dias de sossego na paz dos açores....

Tudo planeado....

Tudo cancelado uns dias depois!

É incrivel a capacidade que o universo tem de nos colocar no topo do mundo ou nos quintos dos infernos!!!!

A noticia em casa caiu como uma bomba....

O meu pai foi diagnosticado com um tumor e tem que ser operado o quanto antes!

Entramos numa espécie de fase de negação, não sei como lhe chamar, ganhamos uma força interior e carregamos tudo nas costas!!!

Foi nessa semana que surge uma proposta de mudar de emprego....temporario é certo mas com um salario 2 vezes superior! Não pensei duas vezes....

As contas ficaram claras na minha cabeça....e arrisquei! 

Aquilo que iria ganhar temporariamente em 3 ou 6 meses eu não conseguiria juntar se continuasse onde estava (e o dinheiro neste momento é tudo). Despedi-me de um um dia para outro e pronto estou à duas semanas a tentar integrar me de novo.... 

Estamos todos optimistas em relação ao meu pai, o médico simplificou as coisas e desdramatizou apesar de ter sido muito realista. Está tudo numa fase inicial e sabemos que vai ficar bem....mas a carga negativa que se tem quando nos deparamos com a tal doença já chamada doença do seculo XXI é inacreditavel!

Fui me abaixo há uns dias atrás...o ter que me despedir abruptamente, a desconfiança das pessoas com quem eu trabalhava, eu ter de explicar porque é que o fazia, mais a situação do meu pai deixaram-me exausta!

A solidão também voltou....

Sinto que é nestas alturas que me faz falta mais a companhia dos amigos ou aquele companheiro que nos ajuda, que nos ama incondicionalmente, que partilha a nossa dor, que nos olha nos olhos e diz que tudo vai correr bem....

E mais o sol que não chega, o inverno que teima em não terminar....

E mais esta fase estupida que veio para estragar este ano de 2008, que afinal parecia muito melhor, mais positivo e cheio de concretizações....

Ai suspiro...suspiro....

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 16:00
sinto-me: Com vontade de escrever...

28
Out 07

The Growing Pains of Adrian Mole...

Alguém se recorda do livro e da série? Lembro me de ser miúda e de a minha mãe mo ler todas as noites, para além de devorar depois a série que dava na TV.

O Adrian Mole era um rapazito complicado, às turras com as crises próprias da adolescência, os amores impossiveis (no caso dele pela adorada Pandora) e uma familia algo estranha.

Embora a minha adolescência já tenha passado a história, hoje sinto-me como o Adrian Mole, com a cabeça cheia de crises existênciais, às voltas com o mundo dos afectos e o mundo em geral e sobretudo às voltas com uma familia que se tem tornado cada dia mais sufocante....

Já não são novidade para mim as investidas da minha mãe sobre a questão de estar na altura de sair de casa...

Ela gosta de o frizar de vez em quando e costuma arranjar sempre um pretexto fantástico, ou algo que lê nos jornais ou vê na Tv, para vir com aquela história fantástica de adorar a ideia de emancipação dos filhos, de ter casa própria, de sair da casa dos pais e ter responsabilidade própria. Da maneira como ela põem as coisas sinto me uma perfeita imbecil, imatura e irresponsável que vive à conta dos papás....

Seria se optasse por ficar a coçar a micose em casa (perdoem-me a expressão...)!

Mas adiante....

Tem então exercido uma subtil, discreta e continuada pressão para que eu saia de casa!

É estranho não é??!! Mas é verdade...

Ainda ontém lá voltou o assunto à baila...

 

(ela desfolhando a revista) "Olha vez?! A ex-1ª dama é como eu!!!! É a favor da independência dos filhos!!!"

"Hmmmmm....!!!!" (respondi num tom de enfado)

"Acho muito bem sairem cedo de casa para não ficarem sempre dependentes dos pais!!!"

"Yuppi ca bom!!!" (respondi novamente) Mas afinal eles não têm que fazer esforço nenhum pois de certo que têm dinheirinho para isso, ou então os papás ajudam e de certo que não ganham 500 euros por mês...!!!"

 

Assunto arrumado....

Epá se há coisa que me revolta são merdas destas! Se é porque sou contestatária e porque sou, se é porque sou conformista é porque sou, se moro na casa dos pais e porque moro....

Das....tenham dó!!!!

Decidi então fazer contas....

Oras agora que arranjei um emprego em que me pagam mais 25 euros (de ordenado base comparativamente com o anterior), onde o ambiente é hipócrita em ultimo grau, onde não gosto de estar nem pintada, mas que pronto trabalho das 9h as 18h de 2ª a 6ªf....

Pesquisei um T1...vá um T2 aqui na zona para arrendar!

Mínimo dos mínimos....350 aerius de renda!

Subtraindo ao ordenado ao fim do mês oras sobra ai uns 300...vá!

Se lhe tirar mais 50 aerius de passe e mais 120 de alimentação (entenda-se uma sopinha e algumas comprinhinhas poucas de supermercado tipo pão e leite)...sobram 180 aerius!

Mais àgua, luz, gás....lá se vai o ordenado!

E se for bem a ver chego ao fim do mês a morrer de fome pois não há dinheiro para comida, entretanto passo a dormir no chão pois não há dinheiro para moveis nem lençois nem nada disso, moveis para a sala e cozinha não é preciso...pois se não há TV, não há dinheiro para comer....não é preciso moveis....

 Épa mas analisando bem as coisas não deve ser assim tão mau pois ao menos deixo de a ouvir a massacrar me o juizo todos os dias....

 

O pior no meio disto tudo é que eu tenho vontade de sair de casa dos meus pais, tenho uma vontade enorme de ouvir o silêncio ao chegar a casa depois do trabalho, tenho vontade de me preocupar so com o meu espaço, as minhas contas, etc e tal....mas ao mesmo tempo sei que se tomar essa decisão a outra vontade de viajar, de conhecer o mundo terá de espera e eu não quero esperar ate aos 60 anos (como os meus pais) para conhecer o mundo!

Não quero adiar o sonho de comprar aquela máquina nova ou o pc portátil para os quais ando a poupar....

Quem disse que a adolescência era dificil??!!!! Dificil é passar a barreira dos 25 isso sim é dificil e cheia de crises....Blác!!!

Boa semana a todos....

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 16:44

24
Out 07

 

Deveria de existir uma lei laboral que deixasse explicitamente proíbido determinados ambientes!

Que acabasse com os galos de capoeira e as galinhas poedeiras....

Que proposesse liberdade de expressão sem cacarejos de décibeis elevados...

Poleiro para todos...não há cá discrimiações para ninguém....

Das....

É nestas alturas que gostava que me tivesse saído o euromilhas!!! 

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 20:12
sinto-me: Condestatária!!!!

15
Out 07

Águas calmas...

Porém não tranquilas!

Bom faz algum tempo que não escrevo nada de jeito, ultimamente eu e as palavras andamos um pouco às avessas, como duas comadres chateadas.

A verdade é que não há grande coisa para contar, talvez por isso, ou talvez por que gostasse de vos escrever sobre grandes mudanças ou aventuras que tivessem acontecido...não sei!

Retomei a minha vidinha laboral, não é aquilo que eu desejava, mas começo a conformar me com a ideia de trabalhar apenas pelo dinheiro, pela ideia de ter com que sustentar me e aos meus devaneios. Vou ocupando o tempo, a cabeça, vou ganhando algum e tentando perceber qual o novo caminho a trilhar....

As àguas andam calmas, mas não completamente tranquilas.....as àguas no fundo andam inquietas, desejosas de mudanças boas, de uma independência, de um espaço próprio de uma vida completa de adulto e sem muletas....

Ultimamente sinto me invadir de sentimentos diferentes....

O amor não mora mais aqui, apenas o desejo de saber se nesta vida voltarei a vislumbrar um pouco daquela magia, talvez ilusão que um certo alguém me fez acreditar que era possivel. O coração impedernido habituou se a sua condição de liberdade e conformou se com a desilusão...

As pessoas parecem me insipidas, vazias, sensaboronas, como bolachas de àguas e sal...amargas por vezes, escondidas, fechadas, de pé atrás com os sorrisos dos outros.

Tento não me fechar no meu mundinho, apesar da tentação ser grande, nele sei que estou confortável, mas cada vez que me abro mais às pessoas mais me sinto só...

Os silêncios passaram a ter um tom diferente, comfortavel....

E no meu pensamento bate latejante a ideia de ter a minha própria casa, o meu mundo, a minha sala de estar, o meu quarto de cores vivas, enfim....aquele porto seguro onde eu sei onde estão os meus sons, as minhas cores, os filmes que gosto de ver, as séries às tantas da madrugada, o ritmo calmo sem horarios imposto para comer...

Sinto falta de algo, sinto falta de dar largas a imaginação, puxar pela criatividade, pegar na minha máquina e fotográfica e sentir a adrenalina de um espectáculo...

Tenho vontade de ver um grande concerto de música, daquelas bandas que gostariamos de ver uma vez que seja na vida....

Tenho muita vontade de voltar a viajar!

Não julgem que estou triste....nada disso! A vida corre calma e no seu lugar apesar de toda esta inquietação....

Mas acho que é isto que acontece quando procuramos atingir os nossos objectivos, quando decidimos traçar o caminho que ao inicio nos parecia tortuoso...

Enquanto isso vivo a vida um dia de cada vez....tento estar melhor comigo, com os outros, rir, estar, conversar...o resto logo se verá!

A todos os que me têm visitados, aqueles que me deixam palavras boas de amizade e carinho...não julguem que me esqueço de vós....aliás de fininho tenho vos acompanhado, no pouco tempo que me tem restado lá dou um saltinho aqui e ali para saber noticias...perdoem me só a falta de comentários...

Beijos a todos e que tenham uma boa semana!

publicado por Paty a.k.a Wildflower às 22:19
sinto-me: Com mt trabalhito!

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO